Arquivo de etiquetas: mulher

Às favas com essa porra de príncipe encantado!

Como quase sempre e, apesar dos mais de 300 canais da TV a cabo, não tinha porra nenhuma para ver na TV domingo. Depois de pedalar mais de quatro horas por SP, em um calor da desgraça de 33*C, só queria ver TV pra embalar meu sono e descansar as pernas. Mas como não tinha porra nenhuma, resolvi ver um filme idiota de amor com príncipe e plebeia. Aí entendi porque sou uma solteira convicta e não procuro nem quero encontrar um príncipe encantado para chamar de meu! A besta da menina se apaixona pelo príncipe, sem saber que o cara é da realeza. Ela americana e espontânea e ele, europeu e nobre. Aí ele leva a ogra da menina pra conhecer sua família na casa real e sua mãe se une a sua ex-peguete, que é duquesa ou algo assim, para sabotar o romance do nobre com a americana ogra! Até aí, nada demais! O mesmo clichê de sempre! Até que o príncipe chama sua amada para dançar, a ex se mete e rouba ele, a americana plebeia se afasta e vai até a cozinha desabafar com seus amigos criados e quando volta vê o bofe super animadinho confraternizando com a ex nobre! Seus olhos se enchem de lágrimas e ela vai embora com a certeza que lá não é seu lugar, que seu príncipe merece uma nobre e não ela! Aí me pego reclamando: “porra de mina idiota! O cara não está apaixonado por ela, não levou ela até a porra do palácio, então vai lá, faz um barraco, põe ele no seu devido lugar e fala: ‘se era pra ficar escurnaquiando com sua ex, por que diabos me trouxe aqui?'”. Mas aí, no filme, ele vai atrás dela, diz que a ama e que vai protegê-la e a pede em casamento! Ela, muito magnânima, diz que ele merece alguém do mesmo nível dele e, que obviamente, não é ela! Mas que porra é essa? Aí percebi que ela fez todo esse cu doce, toda essa cena mela cueca pro cara ir atrás dela achando que precisa defendê-la das pessoas malvadas do mundo! Tem dó né! Fala sério!  Se o cara gosta dela a ponto de levá-la para conhecer sua família e ainda a pede em casamento, por que todo esse chororô? Falta de autoestima, muita masturbação sentimental! Não dormi e fiquei com raiva do filme! Até quando as mulheres serão representadas por personagens idiotas que se fazem de pobres coitadas para que os idiotas dos príncipes encantados pensem que elas precisam deles para as salvarem? Cadê uma personagem inteligente, forte e que, se está com um homem ao seu lado, é porque gosta dele e não porque precisa dele! Está cada vez mais difícil me alienar do mundo! Ainda bem! 😎🙋🏻❤️🙋🏻

Enquete: esse príncipe é idiota, a mina é abobada ou essa porra de filme não deveria nem existir?

Carta aberta ao meu coração! 

Hoje vi a notícia sobre a pessoa mais velha da Escócia, com 109 anos. O segredo para a longevidade, explica a senhorinha, além de comer muito mingau e fazer exercícios, é manter uma distância segura do sexo oposto! “O meu segredo para uma vida longa foi ficar longe dos homens. Eles causam muito mais problemas do que realmente valem”, declarou Jessie ao Daily Mail. Aí me identifiquei na hora! É verdade, nós que gostamos de homens, sejamos mulheres ou não, passamos muito tempo de nossas vidas pensando nos dito cujos. Dá, realmente, muito trabalho! Podia ter lido mil livros a mais, ter visto 500 filmes, ter andado horas e horas de bicicleta, mas estava lá na mesa do bar ou do café alugando o ombro amigo de alguém muito paciente! Algum lado bom nesse drama todo tinha que existir não é mesmo, pelo menos que seja a longevidade! Por outro lado, é triste pensar que viverei décadas e mais décadas superando a angústia de relacionamentos que morrem na praia, a ilusão de um amor que nunca existiu, a dor de mais uma e mais uma separação. Já faz tanto tempo que passo por isso que só de pensar em mais anos que virão, me vira o estômago. Felizmente sou uma pessoa atlética, nada sedentária, inteligente e terei uma vida saudável e feliz ao lado daqueles que me amam, mesmo que nunca ao lado daquele que me ame. É tudo tão comum, tão repetitivo que já criei até um padrão de abstinência de sentimentos, me divertindo com o efêmero, com aquele nano segundo em que dois seres se encontram e tudo é mágico; depois o dia chega, e pior que a Cinderella, tudo acaba e recomeça em outro olhar. As promessas já conheço todas de cor: nunca conheci alguém como você; você é especial; “por onde for quero ser seu par”, e todo esse blá, blá, blá que ouço, dou um meio sorriso e finjo acreditar, pelo menos por uma noite, porque depois do mel, em questão de um ou dois meses, vem o fel! Não é você, sou eu; você me assusta; não sei lidar com você, toda sorte de desculpas mal traçadas que já conheço de outros carnavais! O bom de tudo isso, não há mais choro, nem tanta dor, nem ilusões partidas, apenas a certeza de que a profecia se concretizou. Pensar que será assim para o resto de uma longa, bem longa vida, é triste; mas é assim que é! Sem dor, sem ilusão, sem paixão, apenas resiliência! O que importa é que a vida foi feita para ser vivida, mesmo que as alegrias sejam eternas em seus raros momentos de dor! 🌹

Enquete: aceita que dói menos; o choro é livre ou deita na BR, gata!